top of page

Estratégias para Investir na Bolsa de Valores com Segurança

Atualizado: 2 de abr.

Dicas práticas para minimizar riscos ao investir em ações.



 

Investir na Bolsa de Valores...


Investir na bolsa de valores pode ser uma maneira emocionante e potencialmente lucrativa de fazer o crescimento do seu patrimônio.

No entanto, também é uma zona onde há riscos. A volatilidade do mercado pode assustar até mesmo os investidores mais experientes. Quedas abruptas no preço das ações por interferência política, algum importador que deixou de importar algum produto e até mesmo notícias que parecem inofensivas, trazem dúvidas e incertezas sobre os ativos.


Felizmente, com a diversidade de produtos de Renda Fixa, Renda Variável, Fundos de Investimento, entre outros, e com o uso das estratégias, podemos diminuir o risco e maximizar os lucros.


Muitas vezes, trazendo rendimentos elevados com um risco mitigado ou muito baixo. Neste artigo, exploraremos algumas das estratégias mais comuns como a análise fundamentalista, a análise técnica e a gestão de riscos, diversificação, reserva de emergência e até o contato com o seu Assessor de Investimentos.


Análise Fundamentalista e Técnica


As maneiras mais comuns de avaliar uma ação são através da análise fundamentalista e análise técnica. A análise fundamentalista envolve examinar os fundamentos financeiros de uma empresa, como seu lucro, receita, dívida e perspectivas de crescimento. Isso ajuda os investidores a determinar se uma ação está subvalorizada ou sobrevalorizada em relação ao seu valor real.


Por outro lado, a análise técnica envolve a análise de gráficos de preços e volumes para identificar tendências e padrões que possam ajudar a prever os movimentos futuros dos preços das ações. Embora ambas as abordagens tenham suas vantagens e desvantagens, muitos investidores optam por usar uma combinação das duas para tomar decisões de investimento mais assertivas.


Diversificação na Escolha de Ações


Uma das regras mais importantes ao investir na bolsa de valores é não colocar todos os ovos na mesma cesta. Diversificar sua carteira é fundamental para minimizar o risco. Ao invés de investir em apenas uma ou duas ações, procure espalhar seus investimentos por várias empresas e setores diferentes. Procurando ativos não correlacionados, ou seja, quando os preços não variam de maneira similar. Isso ajuda a reduzir a exposição a qualquer risco específico de uma empresa ou setor e pode ajudar a proteger seu portfólio contra grandes perdas. 


Considere diversificar também em termos de tipos de ativos. Além de ações individuais, você pode investir em renda fixa, fundos de índice, fundos mútuos e/ou ETFs (Exchange-Traded Funds), para obter uma exposição mais ampla ao mercado. Não esquecendo da diversificação internacional, ao investir nas bolsas por todo mundo, podendo comprar ativos como Apple, Disney e Microsoft por exemplo, diretamente nas maiores bolsas de valores do mundo.


Reserva de Emergência


A cultura de educação financeira no Brasil ainda não é tão difundida, por isso milhões de brasileiros continuam sofrendo para pagar contas. Muitos deles, inclusive, sequer conseguem juntar dinheiro para esses momentos de necessidade. 


É importante ter uma reserva de emergência, que não seja parte dos seus investimentos de longo prazo. Isso pode ajudar a cobrir despesas com saúde, em mecânicas, concertos na tua casa, uma possível transição de carreira seja por demissão ou escolha própria, sem ter que vender investimentos a preços desfavoráveis ou depender da ajuda de terceiros. 


O ideal é que a reserva de emergência seja composta de 6 a 12 meses dos seus gastos mensais e esteja investida em ativos de liquidez diária como, CDB’s, LCI/LCA, Fundos de Investimentos e Tesouro Direto Selic. 


Converse com o teu Assessor de Investimentos


Quando você tem dor de cabeça vai ao médico, quando tem dor de dente vai ao dentista, quando seu carro estraga vai ao mecânico, mas quando o negócio é dinheiro e investimentos a quem tu recorre? A resposta certa é ao teu Assessor de Investimentos! 


Ele é o profissional responsável por assessorar a tua vida financeira e te trazer os melhores investimentos com base em todas as estratégias descritas acima. O Assessor é fundamental para trazer novidades e oportunidades do mercado financeiro, além de criar estratégias para você.


Em resumo, investir na bolsa de valores pode ser emocionante, mas também pode ser arriscado. Ao seguir estratégias como análise fundamentalista e técnica, diversificação na escolha de ações e gestão de riscos e tendo uma reserva de emergência, você pode aumentar seus lucros e proteger seu patrimônio ao longo do tempo. Lembre-se sempre de fazer sua própria pesquisa e consultar um Assessor de Investimentos de confiança antes de tomar decisões de investimento. 


Colocando em prática as dicas, você vai acabar entendendo mais e vai se sentir mais seguro ao passar por qualquer solavanco do mercado, pois vai entender o que está acontecendo, vai estar fundamentado no motivo da compra ou da venda de determinado ativo, você deixa de ser um especulador e passa a ser, de fato, um investidor.


 

Ezequiel Friedrich

Assessor de Investimentos GB.

Formando em Gestão Financeira

7 anos de experiência operando e estudando a bolsa de valores



Comments


bottom of page