top of page

Previdência privada: além do óbvio...

Compreenda conceitos relacionados a previdência privada e a importância de escolher um bom fundo.



 

O que é previdência privada?


A previdência privada é um investimento muitas vezes desconsiderada pelos investidores. Alguns dizem que as taxas são muito altas, outros que é um investimento que rende pouco. Mas na verdade a previdência tem suas vantagens e vem sendo bem utilizada por nos trazer excelente retornos no médio e longo prazo.


Mas antes de qualquer coisa, vamos definir melhor o que é previdência privada:


Ela nada mais é do que uma aposentadoria particular, que não é ligada ao INSS, portanto, é um investimento que geralmente é pensado para aposentadoria, ou seja, para o longo prazo. Mas um detalhe interessante, e que muitas vezes deixamos passar, é que a previdência privada é um fundo de investimento na categoria de previdência.


 

A importância de escolher um bom fundo de previdência privada


Quando fazemos esse investimento, podemos escolher o tipo de investimento e também escolher uma ou mais gestoras para fazermos nossa previdência privada.


A maioria das pessoas começam uma previdência sem olhar para os resultados históricos que o gestor e o próprio fundo de previdência tem.


Nesse viés, 1% a mais ao ano de resultado em um plano de previdência, ao longo do prazo total que ela tende a durar, chega a dar mais de 100% de retorno, em mais de 30 anos. Então sim, melhorar o retorno de uma previdência privada, mesmo que seja 1% a mais ao ano, faz total diferença no patrimônio acumulado.


Para exemplificar isso, imagine que você investe R$ 1.000,00 (mil reais) por mês em dois fundos de previdência diferentes. O fundo que vamos chamar de "Fundo A" rende 10% a.a. e o "Fundo B" rende 11% a.a.


Como essa previdência é seu plano de aposentadoria privado, você faz isso durante os 25 anos de trabalho, dos seus 30 até os seus 55 anos. No final desse período, você acumularia os valores abaixo em cada previdência:


Fundo A:

Aporte mensal

R$ 1.000,00

Meses

300

Retorno

0,80% ao mês de retorno equivalente 10% aa

Valor final

R$ 1.249.720,40

Fundo B:

Aporte mensal

R$ 1.000,00

Meses

300

Retorno

0,87% ao mês de retorno equivalente 11% aa

Valor final

R$ 1.443.067,89


Aqui vemos que com apenas 10% mais retorno na previdência chegamos a uma diferença de mais de 190 mil reais!


Por isso é tão importante fazermos uma análise de qual o fundo de previdência privado estamos alocados e, se for possível, sempre tentar melhorar o retorno. Se pensarmos em uma carteira de previdência bem diversificada, que aumenta o retorno em 20% ao invés dos 10%, a diferença no valor acumulado chega a, praticamente, R$500 mil reais.


Por isso, o primeiro ponto da previdência é se estamos tendo um bom retorno e uma boa gestão.


Para isso, é muito importante contar com uma assessoria de investimentos que consegue analisar e indicar os melhores fundos para se obter o máximo retorno no longo prazo.

 

Paulo Dachery

Sócio e Assessor de Investimentos. Graduado em ciências econômicas pela UFSM. Planejador financeiro certificado CFP® e certificado ANCORD. Mais de 10 anos de experiência no mercado de investimentos e mais de 5 anos certificado pela Planejar.

Comments


bottom of page